BCLASS BLOG

DÚVIDAS PARA ABERTURA DE UMA EMPRESA? CONFIRA AQUI 10 DICAS IMPORTANTES



Custo de abertura de uma empresa.

Os custos para abertura de uma empresa variam conforme a cidade e a atividade que será desenvolvida por ela. Pode variar de R$ 300,00 a R$ 1.800.

Tempo para abrir uma empresa.

Hoje, o processo dura em média de 25 a 50 dias úteis. A abertura de uma empresa no Brasil passa por algumas etapas e distintos órgãos públicos, tais como Receita Federal, Junta Comercial, Secretarias Estaduais ou Municipais da Fazenda.

Documentos pessoais para abrir uma empresa.

Para cada sócio:

  • RG e CPF autenticados (Carteira Nacional de Habilitação é documento válido)
  • Comprovante de endereço (escritura, contrato de locação, etc)
  • Se casado(a), certidão de casamento

Endereço para abertura da empresa.

Não há um padrão no Brasil em relação ao endereço para abertura da empresa. A maior parte das prefeituras permitem o registro de empresas prestadoras de serviços sem funcionários e sem atendimento ao público em endereços residenciais. Salvador e Lauro de Freitas não permitem. Daí a opção por contratar um serviço de escritório virtual. A Business Class oferece os melhores endereços em Salvador e Lauro de Freitas.

Registro no regime Simples Nacional.

Atualmente, praticamente todas as empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões anuais podem optar pelo Simples Nacional. Empresas de serviço que antes não podiam optar pelo Simples (escritórios de engenharia, consultórios médicos, escritórios de advocacia, corretores), a partir de 2015 passaram a ter autorização para optar.

Além disso os seguintes casos são mais comuns de negativa são:

  • Empresas que sejam sócias de outra empresas.
  • Empresas cujo sócio participe de outras empresas Simples e que o somatório do faturamento delas seja maior que R$ 3.600.000,00. Ex: Empresário X é sócio da empresa Y e Z. As duas empresas no Simples. A soma do faturamento de Y e Z não pode ser superior a R$ 3.600.000,00
  • Empresas cujo sócio participe de outras empresas com mais de 10% do capital de outra empresa não beneficiada pelo Simples Nacional, desde que a receita bruta global ultrapasse o limite de R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). Ex: Empresário X é sócio da empresa Y e Z. A empresa Y é Simples. A empresa Z é lucro presumido e fatura R$ 4.000.000,00 / ano. Neste caso o empresário X somente pode ter menos de 10% da empresa Z.
  • Empresas com débitos tributários federais, estaduais, municipais ou dívidas com a Previdência

Para saber qual o é melhor regime tributário para a sua empresa, procure um contador de sua confiança. Fique de olho na alíquota do simples na qual a sua empresa se enquadra.

Boa sorte em sua jornada empreendedora.

Equipe: Business Class

Voltar
TEXTOS RELACIONADOS
x
Solicite aqui uma Proposta Exclusiva para Nossos Serviços.